Vila de Conceição do Ibitipoca

Vou na Vila…
Ruas de pedrinhas, casinhas coloridas e o carinho dos mineiros é o cenário que espera os visitantes que procuram os bares, cafés, bistrôs e restaurantes no charmoso vilarejo de Conceição do Ibitipoca. Nos finais de semana e feriados é comum uma música ao vivo para acompanhar as delícias da gastronomia ímpar desse cantinho de Minas. É na Vila que todos se encontram, jogam prosa fora ao lado da lareira, papeiam na Praça da Matriz e se confraternizam após um dia de caminhada. Ibitipoca é tão gostoso que nem o friozinho abandona a gente, fica aqui o ano inteiro, deve ser a tal da hospitalidade mineira. Será que Ibitipoca é longe?

Ibitipoca, mais próxima do que você imagina
A Vila de Conceição do Ibitipoca é distrito do município de Lima Duarte, do qual dista 27 Km, fica na Zona da Mata do Estado de Minas Gerais, Região Sudeste do Brasil. Fica 3 Km antes da portaria do Parque Estadual do Ibitipoca, reserva repleta de belas cachoeiras, grutas, picos com visuais de montanhas, flora exuberante, animais silvestres e trilhas inesquecíveis. São 90Km até Juiz de Fora, 260Km até ao Rio de Janeiro e 360Km distante da capital do estado, Belo Horizonte. Mas o que significa o nome Ibitipoca?

Pedra que estala ou casa de pedra?
Alguns estudiosos da língua tupi descrevem a tradução do nome Ibitipoca como “casa de pedra”, por causa das grutas que serviam de moradia aos índios. Outros estudos indicam a versão da “pedra que estala” – ibiti= pedra + poca = estala – em referência aos trovões que são comuns na serra no período das chuvas. Venha logo desvendar a história…

Aqui tem história:
Os primeiros relatos sobre a região datam de 1692, o “Monte do Ebitipoca” é citado no roteiro de viagem do Padre João Faria Fialho (bandeira de Taubaté). No século seguinte começa a construção da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição -imponente até dias atuais no centro da Vila – quando a região atingiu mais de cinco mil moradores em decorrência da procura pelo ouro nas montanhas de Minas. Após a descoberta do mineral com mais abundância em outros cantos do estado, o êxodo foi geral. Durante um período a região de Ibitipoca foi visitada apenas por viajantes e pesquisadores como o francês August de Saint-Hilaire, que em 1822 passou pela Vila e herborizou na região que hoje corresponde ao Parque. E quando chegaram os turistas?

Turismo, o novo ouro:
Foi na década de setenta que Ibitipoca foi novamente redescoberta, agora os Bandeirantes são os turistas e o ouro são as riquezas naturais. Universitários e pesquisadores que buscavam informações da rica biodiversidade do local, voltavam para as cidades com a sensação de ter encontrado a senha do paraíso, o segredo era passado a todos, e o vilarejo encrustado nos contrafortes da Serra da Mantiqueira vira um dos locais turísticos mais visitados das montanhas de Minas Gerais.

Telefones importantes

    • Parque Estadual do Ibitipoca: (32) 3281 1101
    • Posto de saúde de Conceição do Ibitipoca: (32) 3281 8109
    • Santa casa de Lima Duarte: (32) 3281 1222
    • Pelotão PM de Lima Duarte: (32) 3281 1247
    • 4ª Cia PM Ind MAT: (32) 3228 9050
    • Polícia Rodoviária Federal: 191
    • Igreja Matriz de Conceição do Ibitipoca: (32) 98404 3073
    • Associação de Moradores e Amigos de Conceição do Ibitipoca (AMAI): (32) 3281 8105